Na Nossa História

Aspas de Wanderlino Teixeira Leite Netto

Fora-aspas de Jordão Pablo de Pão

 

76 ANOS DE NOSSA ACADEMIA

 

“A Academia Niteroiense de Letras que vingou foi fundada no dia 11 de junho de 1943, em sessão realizada na sala onde funcionava o gabinete do diretor do Departamento de Educação do Estado do Rio de Janeiro, Rubens Falcão, situado no edifício da Biblioteca do Estado, Praça da República, sem número. Compareceram à reunião e foram considerados sócios fundadores: Antônio Santa Cruz Lima, Brígido Tinoco, Carlos Alberto Lúcio Bittencourt, Dulcydides de Toledo Piza, Francisco Martins de Almeida, Francisco Pimentel, Geraldo Montedônio Bezerra de Menezes, Guaracy de Albuquerque Souto Mayor, Heitor Luiz do Amaral Gurgel, Horácio Pacheco, Jefferson d’Ávila Júnior, José Pinto Nazareth, Lealdino Soares Alcântara, Macário de Lemos Picanço, Marcos Almir Madeira, Myrtharístides de Toledo Piza, Raul de Oliveira Rodrigues, Rubens Falcão, Ruy Buarque de Nazaré, Serafim Silva, Sylvio Lago e Walfredo Martins”.

 

MAIS CADEIRAS PARA UMA ACADEMIA À BRASILEIRA

 

Ainda em 1943, em uma nova reunião, “os que a ela compareceram confirmaram os nomes sugeridos pelo presidente Myrtharístides como patronímicos das quarenta cadeiras da Academia. Em assembléia-geral realizada no dia 19 de junho de 1973, 10 novas cadeiras seriam criadas”. Desta forma, não seria mais a Academia Francesa o parâmetro para todo o funcionamento da ANL, mas a sua versão adaptada ao funcionamento local, o que enriquece nossa entidade.

 

EIS!

 

“A solenidade de instalação da Academia aconteceu no dia 27 de abril de 1944, no salão nobre do Instituto de Educação, atual Liceu Nilo Peçanha”.

 

UMA SEDE!

 

“Em junho de 1988, ao comemorar quarenta e cinco anos, a ANL finalmente sediou-se, por comodato, no anexo do antigo prédio da Câmara Municipal de Niterói, Rua Visconde do Uruguai, 456, num ato de gestão do então prefeito Waldenir de Bragança”.

 

 

 

*As aspas constam com excertos de LEITE NETTO, Wanderlino Teixeira. Dança das cadeiras: história da Academia Niteroiense de Letras. Imprensa Oficial do Estado do Rio de Janeiro, Niterói, 2001. 411p.